QUEM PARTICIPA DO CANOA BLUES 2017
Um time de primeira linha

Xime Monzon

Gaitista e cantora argentina

Xime representa a nova geração de instrumentistas argentinos. Começou na harmônica em 2006, tendo aulas com Pablo Brotzman e Adrián Jiménez. Em 2009, passou a se apresentar em shows como convidada por artistas de Blues, como o próprio Adrian Jiménez, Gabriel Gratzer e a banda Easy Babies, entre outros. Já participou de eventos e festivais no México, Brasil e países vizinhos à Argentina. 

Xime se apresenta no sábado, 18 de novembro, em Canoa Quebrada, com acesso gratuito para o público.

Mauro Bonamico

Baixista argentino

Baixista, guitarrista e violonista, Mauro Bonamico tem se destacado na cena latino-americana do Blues, firmando parcerias com nomes da Argentina e do Brasil - com ênfase especial nas regiões Sul e Sudeste. Tem desenvolvido projetos e realizado gravações com artistas como Xime Monzon, Nico Smoljan e Flávio Guimarães. É um dos mais respeitados baixistas argentinos entre diferentes gerações de artistas.

Mauro se apresenta no sábado, 18 de novembro, em Canoa Quebrada, com acesso gratuito para o público.

Marília Lima

Cantora

Ex-integrante da banda InBlues e parceira da Associação Casa do Blues, Marília Lima tem trabalhado com sua apresentação trabalho sola, inédita, intitulada Rosa Negra: uma homenagem as grandes divas do jazz e do blues universal, com canções autorais e pitadas de clássicos da música brasileira em diálogo com o blues. A ideia é

somar influências distintas que têm fontes poéticas semelhantes.

Marília Lima se apresenta em Canoa Quebrada na sexta-feira, 17 de novembro, com acesso gratuito.

Anderson Camelo

Guitarrista

já tem o nome fixado no cenário do Blues cearense e nordestino. O guitarrista traz na bagagem musical uma notória essência negra-nordestina, de quem respirou a tradição; o Baião, o Maracatu, o Afoxé.Juntamente com cosmopolitismo de quem vive à cidade e seus contrastes.

A voz e slide de Camello criam um balanço único e peculiar, passeando pelo Blues, Soul, Acid Jazz e afins. Foi essa mistura que levou o site Southern Rock Brasil a apontar a Anderson Camelo como um dos grandes nomes da nova música brasileira.

Anderson Camello abre as sessões em Canoa Quebrada, na sexta-feira, 17 de novembro, com acesso gratuito.

Gustavo Andrade & Jefferson Gonçalves

Guitarrista & Gaitista

Guitarrista mineiro, Gustavo já dividiu palcos com Guy King, Vasti Jackson, Bob Stroger, Bex Marshall, JJ Jackson, Blues Etílicos, Celso Blues Boy, Pepeu Gomes e Andre Christovam. Começou no violão clássico, mas, após conhecer o Blues, aderiu integralmente ao gênero negro norte-americano. Já soma mais de 20 anos como músico profissional e integrou o movimento roqueiro de Belo Horizonte dos anos 1980, com dois CDs lançados, bastante elogiados pelo público e pela crítica especializada.

Gustavo Andrade se apresenta no sábado, 18 de novembro, em Canoa Quebrada, com o gaitista carioca Jefferson Gonçalves, com acesso gratuito para o público.

Gumbo Blues

Banda

Formada por Roberto Lessa (guitarra e voz), Gabriel Yang (guitarra e voz, na foto) e Marcelo Holanda (bateria), a Gumbo Blues é uma proposta diferente surgida no Blues do Ceará. O repertório do trio resgata clássicos do Blues, respeitando raízes, e adiciona-lhes peso e elementos atuais. Ou seja, soma tradição e modernidade. As influências transitam de R. L. Burnside a The White Stripes e Black Keys, passando por Buddy Guy e Jon Spencer Blues Explosion.

A Gumbo Blues se apresenta no sábado, 18 de novembro, em Canoa Quebrada, com acesso gratuito para o público.

Fernanda Fialho

Cantora

Descobriu-se cantora quando criança, ao ser apresentada aos discos de Marisa Monte e ao começar a se interessar pela MPB. Quando adolescente encantou-se pelos vocais da banda Nightwish, que mescla metal com vocais líricos. Começou, então, a estudar o canto lírico como autodidata e foi convidada a atuar como coralista soprano na ópera "O Cientista" do compositor brasileiro Sílvio Barbato.

Fernanda também atuou como soprano nos corais do Centro de Humanidades da Uece, do Banco do Nordeste, da Cagece, Encantart - dos Correios -, Unifor e do Coro Moenda de Canto.

Atualmente, é aluna do curso de Música da UFC e é vocalista da banda Vibrato Jam. Fernanda Fialho foi recentemente convidada pela Casa do Blues a realizar o projeto Divas do Blues, junto às cantoras Marília Lima e Raíssa Dantas.

Mr. Mojo

Banda

Um dos líderes é o gaitista Adelmo Correa, que participou da formação da banda InBlues e agora desenvolve novo trabalho, inclusive apostando em composições autorais. Também integram a banda Vinicius Proietti, nos vocais e na guitarra, Eduardo Campos, no baixo, e o baterista Thell Silva.

A Mr. Mojo se apresenta em Fortaleza, no dia 11 de novembro, com acesso gratuito ao público.

Íris Sativa

Banda

Formação clássica da música cearense, o Íris Sativa vem atuando desde os anos 1980, com um intervalo considerável nas atividades. Retomando agora a carreira, a banda traz, entre outros nomes, o vocalista Zezé Medeiros, na foto acima(Caco de Vidro), e o baixista Marco Aurélio Holanda (Gang da Cidade).

A Íris Sativa se apresenta em Fortaleza, no dia 11 de novembro, com acesso gratuito ao público.